terça-feira, 22 de julho de 2014

Mudança de hábitos - Parte I

Postado por Mila Viegas às 13:55
Imagem daqui!
As férias de inverno estavam se aproximando e a casa estava um pandemônio. Eu estava vivendo um caos em muitos sentidos: pós-graduação, trabalho, projetos, filho, cães e gato. Meu marido sugeriu procurarmos uma faxineira, mas eu sempre fui relutante em relação a isso. Eu sabia que algo precisava acontecer, uma mudança significativa de hábitos, uma reviravolta nas atitudes.

Todas as noites a família se reúne à mesa da copa para contar sobre como foi o dia, amenidades, etc. e tal. Então, numa sexta-feira (coincidentemente no dia em que estávamos fazendo 16 anos de casamento) resolvemos tocar no assunto melindroso: organização da casa. O marido insistia em relação à faxineira e eu remava contra essa maré. O fato é que além de ter que administrar alguém estranho dentro de casa mexendo nas nossas coisas, se não deixássemos de ser bagunceiros estaríamos jogando dinheiro fora contratando alguém. Concordamos que estava faltando planejamento e cumprimento de metas. Concordamos também que não adiantaria chamar a faxineira se a casa não estivesse em ordem.

A última semana antes das férias seria perfeita para colocar o plano em ação. Primeiro porque eu ainda estava trabalhando e as aulas da pós haviam recomeçado. Segundo porque seria interessante ver a dinâmica da organização acontecer em meio à rotina frenética de fechamento de semestre, aulas, prazos, etc. Ou seja, o ideal é que nós não esperássemos as férias para começar as mudanças, pois caso contrário seria muito fácil e, além disso, os momentos de descanso não existiriam.

No final da semana antes das férias resolvi sentar à mesa munida de papel A4 e caneta. Comecei a esboçar um cronograma dando prioridade às áreas críticas. Minha casa é bem grande e fazer tudo num só dia seria humanamente impossível. Após o cronograma esquematizado, a família se reuniu à mesa mais uma vez e conversamos sobre a manutenção das áreas que começariam a ser organizadas.

Eis o que rolou na primeira semana:

14 de julho (segunda-feira)
Fiz dois turnos no trabalho. Saí de casa cedo e só retornei às 16h. No cronograma estavam listados: Lavar o banheiro da suíte (crítico), Lavar roupas e Lavar a louça (crítico). Confesso que passei mais de duas horas no banheiro enquanto as roupas batiam na máquina de lavar. Em seguida, lavei e organizei toda a louça, deixando à mão apenas copos, pratos e talheres suficientes para três pessoas.

15 de julho (terça-feira)
Neste dia estou de folga, mas o filho tem atividades pela manhã além da escola. Cheguei em casa por volta das 11 da manhã e os pontos críticos listados no cronograma eram: lavar a cozinha e a área de serviço. Aproveitei a água da máquina de lavar para limpar esses dois cômodos, enquanto mais roupas eram lavadas. Fiz a manutenção da louça (só tinha as do café-da-manhã), troquei a areia do gato e limpei o lavabo.

16 de julho (quarta-feira)
Fui trabalhar pela manhã e quando retornei à casa fui direto limpar a geladeira. Nesse meio tempo, aproveitei para fazer a manutenção das louças e separei roupas sujas. Lavei algumas roupas. Enquanto isso, limpei o fogão. Iniciei a arrumação do closet (estado crítico e não seria possível fazê-lo de uma só vez). Em seguida, precisei fazer coisas referentes ao meu trabalho e à pós-graduação.

17 de julho (quinta-feira)
Trabalhei pela manhã. Retornei à casa e dei atenção à pós-graduação e tarefas referentes ao trabalho. Iniciei a limpeza da sala que é a maior área da casa. Eu não havia planejado mudar os móveis de lugar, mas acabei me empolgando e fiz isso. Limpei o lavabo novamente e fiz a manutenção da louça. Lavei mais um bocado de roupas.

18 de julho (sexta-feira)
Trabalhei pela manhã. Retornei à casa e dei atenção à pós-graduação. Fiz a manutenção da cozinha incluindo louças, fogão, bancadas e chão. Lavei mais roupas e fiz a manutenção da área de serviço. Limpei os vidros da sala (parte de dentro). Varri a escada de acesso ao segundo andar.

19 de julho (sábado)
Varri o primeiro andar. Lavei roupas. Fiz a manutenção das louças. Troquei as toalhas de banho. Fiz a manutenção do lavabo. Organizei embaixo da escada.

20 de julho (domingo) - Férias
Apenas fiz a manutenção da cozinha e limpei a areia do gato. Recebemos visitas.

21 de julho (segunda-feira) - Férias
Apenas fiz a manutenção da cozinha. Achei que merecia um descanso.

Nada de neurose! Por enquanto o cronograma está sendo cumprido como dá. Há momentos em que é preciso fazer um remanejamento das tarefas e os cômodos que foram limpos e organizados da melhor forma, continuam assim faz 8 dias. Ainda há alguns pontos críticos que entrarão em novo cronograma. É possível mudar hábitos quando se está determinado a isso e valorizar o trabalho de todos em relação à manutenção.

Quando temos uma casa grande e/ou temos pouco tempo é importante trabalhar em etapas. É possível fazer isso! Por mais que existam dicas de organização aos montes por aí (e são muito válidas, diga-se de passagem) precisamos adequá-las de acordo com a nossa realidade/necessidade. Poucas horas ou minutos por dia podem ser o suficiente. Aos poucos vamos acabando com os pontos críticos e apenas fazendo a manutenção. Agora, estou com tempo até para ler um bom livro, tirar uma soneca e assistir TV.

Experimenta!



0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Assine a petição!

 

Diário de uma bagunceira ;) Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting